Com a chegada do inverno e o reajuste de 11,4% na conta de luz feito pela Aneel, é preciso tomar cuidado com os gastos com a energia elétrica. Pensando em você, separamos estas dicas para te ajudar a economizar energia no inverno.

Nessa época de inverno, é comum é natural a procura de aparelhos elétricos para ajudar a amenizar o impacto do frio, como aquecedores e chuveiros elétricos. Porém, como esses aparelhos possuem potência alta para combater o frio, acabam sendo responsáveis por grande parte da conta de luz. Para te ajudar a controlar esses gastos, separamos dicas simples que podem fazer uma grande diferença na hora de pagar suas contas, confira:

1. Chuveiros Elétricos
A dica é simples: passar o menor tempo possível no banho. Sabemos que nesse friozinho é difícil entrar no banho e quase impossível sair, mas, sabendo que tomar banhos de 15 minutos em uma família com quatro membros corresponde a cerca de 100$ na conta, já é um grande incentivo. Para os corajosos, vale a pena utilizar o chuveiro no modo verão ou morno, economizando cerca de 30% da fatura.

2. Aquecedores
Esse aparelho pode ser responsável por 1/3 do gasto com energia elétrica no inverno. O ideal é evitar deixá-lo ligado por períodos longos ou enquanto não estiver presente no ambiente.

3. Iluminação
Aproveite a luz natural ao máximo, abrindo janelas e cortinas durante o dia e só utilizando iluminação artificial a noite. Outra dica é trocar lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas de LED, resultando em uma economia de 60% a 80% de energia.

4. TVs e Computadores
Evite deixar estes aparelhos ligados sem que alguém esteja em frente a eles. Programe o timer (desligamento automático) para que eles se desliguem sozinhos após um tempo em que estejam sendo inutilizados.

5. Stand-by
Aparelhos em stand-by são responsáveis por grande parte dos gastos com energia elétrica. O ideal é que nenhum aparelho que não esteja sendo usado no momento fique conectado a tomada. Então, videogame, televisão, computador, microondas e qualquer aparelho deve ser desconectado da tomada após utilizá-lo.

6. Máquinas de lavar e secar
Nas máquinas de lavar fique atento a quantidade de sabão utilizada, evitando mais de um enxágue. Funções de água aquecida devem ser ignoradas durante essa época. E para as secadoras, utilize esta função apenas caso seja necessária, do contrário, deixe que as roupas sequem naturalmente no varal.

7. Geladeiras
Evite aqueles momentos onde você abre a porta da geladeira apenas para pensar. Verifique também se sua borracha de vedação está cumprindo sua função, evitando gastos desnecessários.

8. Atenção ao comprar
Ao adquirir eletrodomésticos, fique de olho em seu consumo de energia. Procure com aparelhos de alta eficiência energética e com selos Procel (nacionais) ou Energy Star (importados).

9. Horário de pico
Evite utilizar eletrodomésticos no horário onde as tarifas são mais altas, no intervalo das 17h30 às 21h. Diminuindo a possibilidade de se enquadrar na bandeira vermelha (tarifa mais alta).

10. Energia solar
Caso tenha possibilidade, investir em energia solar é uma grande jogada. Além de tornar sua residência mais autônoma, garante uma redução significativa na conta de luz, e ainda por cima é uma fonte de energia limpa e renovável. O investimento inicial muitas vezes assusta quem pensa em instalar essa fonte de energia, porém, especialistas garantem que em 4 anos de uso você já garante o retorno financeiro, sem contar que sua vida útil gira em torno de 30 anos.

Seguindo essas dicas, você já garante uma grande economia na sua conta de luz. Para ficar de olho em mais conteúdo e dicas como essas, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais.