Com o meio ambiente cada vez mais ameaçado, é preciso revisar as atividades que mais o afetam. A construção civil é uma delas, e o desafio é encontrar soluções para este problema. Confira como no texto que preparamos.

A construção civil é responsável por 50% dos recursos naturais extraídos do mundo e 34% do consumo de água são destinados para a mesma. Além disso, 60% dos resíduos sólidos urbanos são resultado dos canteiros de obras. É evidente que a atividade afeta o meio ambiente e, com isso em vista, é preciso pensar em como contribuir com as cidades com as mudanças climáticas.

Construção Sustentável e Green Building

Existem dois pontos principais para isto: reduzir a emissão de gases de efeito estufa nos materiais utilizados para a obra e diminuir o consumo de energia elétrica e água na operação futura do edifício. E é ai que entra a função de uma construção sustentável. Construções deste tipo visam uma harmonia na forma de construir com o meio ambiente. As principais características de uma construção sustentável são: aproveitar cada recurso natural ao máximo, racionalizar o consumo de energia, utilizar tecnologias para economizar água e reduzir o impacto ambiental da obra. Essas obras são as que chamamos de Green Building.

Utilização Histórica

Pela história, sempre foram considerados clima, ambiente e natureza quando se pensava em construções. Porém, durante grande parte do século XX essas diretrizes foram deixadas de lado devido ao crescimento desenfreado das cidades. Até que, na década de 90, a sociedade voltou a considerar o os impactos gerados no meio ambiente e fortaleceu o conceito de sustentabilidade junto aos órgãos internacionais e a busca por economia e responsabilidade sustentável na construção civil se intensificou.

Como Contribuir

O conceito principal das construções sustentáveis é respeitar o ambiente em que faz parte, os recursos naturais e contribuir para a comunidade a sua volta. Para isso, é preciso utilizar estratégias que diminuam o impacto ambiental de sua construção. Uma delas é utilizar um revestimento térmico refletivo, como o Nanothermic 1 que transforma o local que foi aplicado em uma superfície termicamente refletora e reflete cerca de 90% dos raios solares que atingem a superfície. Dessa forma, evita que massas de calor se criem, diminuindo o efeito estufa. Além de reduzir a temperatura ambiente em 35%, diminuindo a necessidade de utilizar energia elétrica para a climatização interna. Algumas outras alternativas para colaborar é utilizar madeiras com certificado de reflorestamento, painéis fotovoltaicos, explorar a iluminação natural e utilizar sistemas de reuso de água.

Agora que você entende mais sobre uma construção sustentável você pode ajudar o meio ambiente e fazer sua parte. Para mais dicas sobre sustentabilidade, confira nossas redes sociais.