Articles Tagged with: nanothermic 1

Como o calor afeta a produtividade no ambiente de trabalho

A natureza está em desequilíbrio pelo aquecimento global, gerando ondas de calor, secas e tempestades cada vez mais extremas. Além de todas as questões esse desequilíbrio também afeta a economia do planeta e a produtividade. No blog de hoje vamos falar sobre como o calor afeta a produtividade no ambiente de trabalho.

As temperaturas mais altas impactam a vida de todos os seres vivos: das plantas até nós – os trabalhadores. Um estudo feito por duas universidades dos Estados Unidos, na Califórnia, relacionou as temperaturas mais altas com o quanto as lavouras produzem e com o quanto nós produzimos no trabalho. Edward Miguel, um dos pesquisadores, diz que as pessoas nos campos, nas fábricas e até aquelas que não fazem trabalho manual rendem menos quando está quente. Os cientistas usaram dados coletados durante cinquenta anos – de 1960 a 2010 – em 166 países e viram que existe uma temperatura onde a produção atinge a máxima eficiência: 13°C. À medida que a temperatura vai ficando mais baixa ou mais alta, se afastando dos 13°C, a produtividade vai diminuindo.

como o calor afeta a produtividade no ambiente de trabalhoEm ambientes muito abafados, o corpo humano precisa gastar mais energia para manter a temperatura corporal. Esse gasto de energia resulta em perda de líquidos e como resposta às condições adversas o organismo reage com transpiração, dores de cabeça, queda de pressão e sensação de cansaço e moleza. Visualizando um cenário como esse podemos perceber a produtividade no ambiente de trabalho indo embora, até porque fica difícil para o trabalhador tomar decisões e ter clareza de suas ações dentro de um ambiente desconfortável.

Se o ambiente de trabalho oferecido pela sua empresa não é o mais adequado, então é hora de reavaliar o local, pois o seu negócio pode estar perdendo dinheiro.

Uma pessoa que trabalha geralmente passa entre 6 e 8 horas do seu dia realizando atividades que exigem muito de seu metabolismo. Por isso, qualquer desequilíbrio tende a causar problemas de saúde a curto e longo prazo e ainda ocasionar a perda de produtividade.

Essa é uma questão tão importante que a legislação trabalhista fala sobre a temperatura no ambiente de trabalho: A Norma Regulamentadora 17 (NR-17) brasileira determina que, locais em que são executadas atividades intelectuais, incluindo escritórios, salas de reunião e laboratórios, devem ter temperatura entre 20 e 23 graus e a umidade do ar não deve ser inferior a 40%. A ISO 9241, norma de padronização internacional, indica temperatura entre 20 e 24 graus no verão e 23 e 26 graus no inverno, com umidade relativa do ar entre 40% e 80%. Em ambos os casos é responsabilidade do empregador assegurar que as condições climáticas sejam mantidas dentro desses padrões. Portanto, há que se buscar meios para tornar o local de trabalho mais agradável.

Para isso algumas medidas devem ser tomadas, começando pela climatização dos ambientes. Um ambiente agradável afeta diretamente a produtividade. Climatizar o ambiente ajuda o corpo a não sentir tanto os impactos do clima externo. Normalmente, o uso do ar condicionado é a solução mais comum que a maioria das pessoas encontram para solucionar o problema de climatização, porém há controvérsias. Esse tipo de climatização tem um alto gasto energético e financeiro, o equipamento também causa desconfortos e alergias em alguns. Além de não serem ecológicos, embora alguns modelos atuais estejam adotando o uso de matérias primas e sistemas que não agridem o meio ambiente. Contudo, há um gasto exorbitante gerado mensalmente por esse tipo de climatização. O que nos leva a estudar soluções que geram menos gastos.

A Nanotech trabalha com tecnologia e sustentabilidade. O Nanothermic 1 é um dos nossos produtos, um revestimento térmico refletivo que atua por reflexão à radiação solar. Com a aplicação do Nanothermic 1 é formada uma película protetora que, após a secagem, transforma o local aplicado em uma superfície termicamente refletora. Com ação repelente contra os raios solares, o produto diminui a temperatura tanto na superfície externa quanto na área interna, reduzindo em até 35% a temperatura do ambiente. Dessa forma, evita a concentração de massas de calor, contribuindo para o meio ambiente. Sua fórmula a base de água não possui componentes agressivos ao meio ambiente e é composta por esferas nanométricas de cerâmica ocas, resinas e aditivos de alta performance. O Nanothermic 1 é indicado para diversos tipos de áreas expostas aos raios solares.

Você pode encontrar o N1 em nossa loja virtual ou visitando nosso site para saber mais. Não esqueça de acessar nossas redes sociais e acompanhar nosso blog para mais matérias como esta.

Ficha Técnica Nanothermic 1

Print Friendly, PDF & Email

1. Propriedades fisico-químicas

Aspecto:
Embalagem:
Rendimento:
Cor:
Acabamento:
Intervalo entre demãos:
Validade:
Massa específica:
Volume de sólidos:
Espessura recomendada:
Base:
Diluição:
Reflexão dos raios UV:
Temperaturas de Aplicação:
Temperaturas Operacionais:
Teor de compostos voláteis (VOC):
Resistência a Salt Spray:
Resistência a Tração:
Densidade óptica específica de fumaça (Dm):
Índice de propagação superficial de chama:
Emissividade:
SRI (Índice de Reflexão Solar):
Alongamento:
Métodos de Aplicação:
Ficha Técnica Nanothermic 1

2. Normas de Referência

Print Friendly, PDF & Email